segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Causas e migrações

Causas das Migrações
Distinguem-se várias causas que levam as pessoas a moverem-se, onde destacamos as causas naturais, religiosas, económicas, políticas socioculturais, étnicas, turísticas e bélicas.
Causas Naturais
A ocorrência de sismos, secas, inundações ou erupções vulcânicas são as razões suficientes para motivar movimentos migratórios.
Causas Religiosas
Resultado da intolerância religiosa para com o povo.
Causas Políticas
A inexistência de liberdade de expressão e a repressão em alguns regimes políticos podem provocar a migração de pessoas para áreas onde a democracia e as liberdades fundamentais sejam respeitadas.
Causas Socioculturais
Têm por motivação razões de ordem cultural, como a ida de estudantes, cientistas, intelectuais ou artistas para grandes centros como, Londres, Nova Iorque e Paris.
Causas Étnicas
As rivalidades étnicas são outra das causas do movimento de populações, sobretudo das minorias ou das comunidades mais fracas, pois são frequentemente expulsas dos locais onde habitam.
Causas Turísticas
Para passear ou conhecer novos locais em período de férias.
Causas Bélicas
Relacionadas com conflitos armados e guerras civis.

CONSEQUÊNCIAS DAS MIGRAÇÕES
Consequências das migrações: os movimentos migratórios provocam, tanto nas áreas de partida como nas áreas de destino, uma série de alterações a nível demográfico, económico, social e cultural.

Consequências para as áreas de partida:
Demográficas:
- Diminuição da população absoluta;
- Saldo migratório negativo;
- Diminuição da pressão demográfica;
- Aumento do envelhecimento da população;
- Aumento da TM;
- Diminuição da TN e da TCN
- Abandono das áreas rurais.

Socioeconómicas:
- Redução do desemprego;
- Diminuição da população activa;
- Entrada de divisas (dinheiro estrangeiro)
- Diminuição do dinamismo económico;

1 comentário:

Anónimo disse...

mt bom obg